TERMODINAMICA DOS REPTEIS II

www.asa.org.uk/.../0/reptile_eye_300_rfpwo.jpg

APLICANDO A TERMODINÂMICA NO TERRÁRIO

O terrário deve possuir condições microclimáticas, de forma que o animal possa por si só adequar sua temperatura corpórea de acordo com suas necessidades. Isso pode ser conseguido quando um dos lados do terrário esteja mais quente (28ºC) do que o outro (24ºC).

http://www.netdeals.us/images/terrariums/reptile-terrarium.jpg

Essa diferença de temperatura pode ser conseguida colocando um dos lados a fonte de calor, sendo este o lado mais quente. O aquecimento permite que os animais mantenham-se ativos durante todo o ano, mesmo em regiões frias e inverno.

As fontes de calor podem ser placas de aquecimento, cabos de aquecimento, pedras aquecidas ou lâmpadas, e como já citado anteriormente, de fácil encontro em lojas do ramo. O uso de medidores de temperatura no terrário é fundamental também, garantindo o acompanhamento termal do habitat.

http://www.adriftwood.com/images/Andrzej03.jpg

Além disso, deve-se tomar cuidado com queimaduras em repteis por fonte de calor exacerbada, já que tais animais têm uma menor sensibilidade tátil ao calor, porém, problema de fácil correção quando se tem terrários apropriados para criação de repteis (assunto que abordaremos melhor nos próximos artigos).

E lembrete... O conhecimento de biologia e fisiologia é fundamental para uma melhor qualidade de vida do seu pet, converse com o seu veterinário e entenda melhor o seu animal. Abaixo seguem algumas referencias de temperatura corporal em repteis (zona ideal de temperatura)
http://www.exo-terra.com/nactus/nactus2008_nominees/cat6_3.php?lang=en

Iguana (Iguana iguana) 29° - 39°C
Jibóia (Boa constrictor) 26° - 34°C
Leopard Gecko (Eublepharis macularius) 28°C
Dragão Barbado (Pogona vitticeps) 35°C
Corn Snake (Elaphe guttata) 30° - 34°C
Teiú (Tupinambis teguixin) 35°C


Escrito por: Ronaldo Matias de Araujo (Medico Veterinário de Silvestres e Pequenos Animais).

BIBLIOGRAFIA:

GOULART, Carlos E. S.. Herpetologia, Herpetocultura e Medicina de Répteis. 1° edição Rio de Janeiro: L.f.livros, 2004.

AGUILAR, Roberto; DIVERS, Sonia M. Hernández-; DIVERS, Stephen J. Hernández-. Atlas de Medicina, Terapêutica e Patologia de Animais Exóticos. 1° edição São Caetano do Sul, Sp: Interbook, 2006.

CUBAS, Zalmir S.; SILVA, Jean C. R.; CATÃO-DIAS, J. L.. Tratado de Animais Selvagens: Medicina Veterinária. 1° edição São Paulo: Roca, 2006.

ALDERTON, David..Firefly encyclopedia of the vivarium. 1° edição U.S: A Firefly Book 2007.

BAYS, T. B; LIGHTFOOT, T; MAYER, J.. Comportamento de animais exóticos de companhia: Aves, repteis e mamíferos de pequeno porte. 1° edição São Paulo: Roca, 2009.




Nós confiamos em Deus!

p1