Para montar um aquário de ciclídeos devemos primeiramente levar em consideração a quantidade e o tamanho dos peixes que queremos ter, pois a dimensão do aquário será diretamente proporcional aos organismos presentes no mesmo.


Os ciclídeos africanos são oriundos de alguns lagos tais como o Tanganyika, Malawe e Victória. Sendo que cada lago possui suas particularidades.
Então é recomendado não fazer misturas entre peixes de lagos diferentes, pois por exemplo os peixes do Tanganyika são menores, menos agressivos e normalmente custam mais caros. Assim aumentando as chances de morte por disputa de território.

Todo aquário necessita de um bom sistema de filtragem, trocas parciais de água e um controle de aquecimento que varie no máximo 2 graus durante as 24 horas do dia para que tenhamos uma boa qualidade da água.


Trocas freqüentes tornam-se obrigatórias, fazendo com que os peixes permaneçam saudáveis e tenham suas cores realçadas. Pelo menos de 20 a 30% da água deve ser trocada semanalmente. Ciclídeos comem muito, produzindo muitos dejetos que se acumulam rapidamente no aquário.


Os equipamentos básicos a serem utilizados são: aquecedor com termostato, termômetro para monitorar a temperatura, testes de pH, gH e kH, condicionadores de água para remover o cloro e substrato.
Exemplo de Condicionadores de água para Cliclídeos, no qual irão ajudar a corrigir e estabilizar o pH do aquário, de acordo com os lagos que cada peixes habita.




Os Substratos que podem ser usados são:

• Dolomita - cascalho de cor branca encontrado em vários tamanhos de grãos. Deve-se ficar alerta, pois ela perde o poder de tamponamento com o tempo, e dependendo a espessura prende muita sujeira.

• Concha moída - Tem as mesmas propriedades e desvantagens da dolomita.

* Halimeda - é o esqueleto das algas Halimeda sps, tem a aparência de flocos de aveia, tem um ótimo tamponamento pelo fato de se dissolver lentamente, liberando carbonatos.
• Aragonita - mineral com altíssimo poder de tamponamento e uma bonita aparência, demoram anos ate perder seu poder de tamponamento.Esses substratos devem ter a altura mínima de 8 centímetros em aquários de até 120 litros e 12 centímetros para volumes acima disso.

Em relação aos parâmetros da água devemos monitorá-los sempre para garantir a saúde dos peixes. A temperatura deve ser mantida 24-29°C. O ideal seria equilibrá-la entre 26-27°C.
A foto abaixo ilustra um suplemento para melhorar a concentração de elementos traços esseciais para que os peixes possam exibir seu potencial máximo dentro do seu aquário.

Temperaturas mais altas aceleram o metabolismo e conseqüentemente o apetite, aumentando a agressividade, além de diminuir a taxa de oxigênio dissolvido na água. Amônia - Nitritos – Nitratos, todos os peixes em geral são sensíveis à amônia, mas ela é mais tóxica para os ciclídeos, principalmente se associada à um pH neutro. KH, refere-se ao grau de dissolução de carbonatos e bicarbonatos na água; o que chamamos de água dura, ele é responsável por manter o pH estável.


Quanto maior o grau, mais dura é a água.GH é a concentração geral de magnésio e cálcio dissolvidos na água. A relação entre GH e pH é muito pequena, mas é importante para algumas espécies de plantas e peixes.

A iluminação não necessita ser forte. Devemos dar preferência às lâmpadas que realçam as cores naturais dos exemplares. Pedras e rochas, em quantidade apropriada para simular o ambiente natural servem de tocas de abrigo e como "ninho" para reprodução.

Plantas naturais não são recomendadas, maioria dos ciclídeos são parcialmente ou totalmente herbívoros, tendendo a comer quase todas as espécies de plantas, porém nada impede de colocar as plantas artificiais. Além disso, o pH muito alto, com baixa quantidade de CO2 dissolvido, não favorece o crescimento da maioria das plantas.
Sites de Referência:




Matéria postada por:
Bianca Zupiroli
Av. Dr. Armando Sales de Oliveira, 730 Taquaral - Campinas SP CEP. 13076-015 Fone: +55 19 32949055 ou +55 19 19 32940644.
Todos os direitos reservados.

One Response so far.

  1. ezstylebr says:

    nesse link tem um otimo passo a passo
    http://cmcahomepage.blogspot.com/2007/01/montando-seu-primeiro-aquario.html
    fui eu que ajudei a escrever tambem o artigo da Era de Aquarios.
    abraço