Como e quando realizar as trocas parcias de água (TPA's)


Na natureza, existe uma perfeita harmonia dos fatores climáticos, e geográficos que tornam a vida sub aquática perfeita, ou seja, se o homem não interferir os animais irão viver perfeitamente. Porém, quando retiramos os peixes e o colocamos em um ambiente fechado, devemos nos imaginar na pele (ou escamas) deles. Lembrando que muitas espécies hoje já são criadas em cativeiro é necessário mantermos o mínimo possível de qualidade para que os peixes possam viver no aquário com saúde ao invés de sobreviver (como diria Sérgio Gomes).

Exemplo de um aquário aonde os peixes estão sobrevivendo.

Basicamente então temos algumas obrigações, por exemplo:

Quando um cliente em potencial que ainda não possui um aquário me pergunta se o aquário dá trabalho eu lhe respondo:
Tudo depende do lado que se está olhando, ou seja, sim o aquário exigem um mínimo de atenção diária, semanal e mensal. Mas antes você tem que pensar se quer ter esse trabalho. Sua vida é muito agitada e corrida e se não sobra tempo nem pra dar comida ao seu cachorro, ou filhos, é melhor não ter um aquário, ou comprar peixes de plástico pois quando se trata de vidas, não importa se for um peixe, um cachorro ou uma criança. Devemos acima de tudo ter respeito e saber que o peixe sofre assim como uma criança sofre. Por isso que é muito importante realizarmos testes, colocar aditivos (condicionadores e suplementos) que irão ajudar seu peixe, planta ou coral a exibir seu melhor, pois você está proporcionando a seu animal essa oportunidade.

Para começar a explicar as trocas parciais primeiramente é interessante e necessário que você conheça um pouco sobre seus peixes, plantas e corais que possua em seu aquário, ou seja, que saiba o pH ideal, Amônia ideal, Densidade, Dureza da água seja em KH ou GH, os níveis de Nitrito, Nitrato, Oxigênio diluido, Ferro, Cobre, Cálcio, Fosfato, Silicato, Estrôncio, Magnésio e entre outros, mas calma!!! Se nos preocuparmos com todos esses teste, perdemos um dia inteiro só pra testar.
A princípio para que você possua um aquário de água doce, estabilizado e saudável com peixes comuns e que sua intenção não seja montar um criatório de peixes, você conseque com dois testes manter seu aquário. Os testes são de pH e amônia (sem esquecer que de nada adianta todos estes testes se a temperatura do aquário não for controlada por um aquecedor ou aquecedor com termostato).

Mas então quando realizar a troca parcial de água (TPA)?

Existem diversos sites, e até mesmo livros que indicam um certo período para realizar as trocas parcias de água, uma vez por mês, duas vezes por mês, três vezes por mês, todo dia (isso mesmo, existem pessoas, normalmente criadores que chegam a troca a água do aquário ou melhor bateria de aquários todo santo dia, pois eles sabem que para que os filhotes possam crescer rápido, é necessário água nova todo dia), mas não estamos falando de criadores nessa postagem.

Então para realizar as TPA's devemos saber o nível do pH e amônia, muitas pessoas pensam que só porque estão com o aquário estabilizado a um, dois ou seis meses, não é interessante trocar a água de vez em quando, e ainda falam que nunca tiveram problemas. Sim existem alguns casos no qual o aquário chegou a um nível de estabilidade que realmente não parece necessário a retirada de água. Mas essa pessoa tem uma grande surpresa quando numa bela manhã, vai dar comida para os peixes ela observa que tem um peixinho morto, ai ela tira esse peixe e no outro dia aparece outro e outro até que morrem todos os peixes e a pessoa desanima desmonta o aquário. Isso ocorre pois a biologia benéfica (boa) para o aquário e os peixes suportam por um tempo as altas elevações de nutrientes na água, mas normalmente não dura periodos longos.

Exemplo de como realizar TPA utilizando sifão para uxiliar na retirada da suheira que fica abaixo do cascalho (não funciona para areia).


Voltando para quando realizar a TPA, não existe um número especifico, mas em média num aquário de água doce com população de peixes controlada, alimentando com ração de qualidade e sem excesso e um bom sistema de filtragem, a cada 20 dias pode-se realizar as TPA's a quantidade de água a retirar variam e 20% a 30% do total do aquário. Mas vale lembrar que os teste devem ser realizados toda semana para que não ocorra nenhuma supresa nesse intervalo entre TPA's.

Nunca realizar a TPA no mesmo dia de trocar as midias filtrantes pois facilmente estará desequilibrando a biologia do seu aquário.


Matéria postada por:

Thiago Cruz
Av. Dr. Armando Sales de Oliveira, 730 Taquaral - Campinas SP CEP. 13076-015 Fone: +55 19 32949055 ou +55 19 19 32940644.


Todos os direitos reservados.
Nós confiamos em Deus.

p1

Manutenção: Luis Fernando

Todas as postagens com o título Manutenção vai mostrar um pouco de aquários e lagos que a equipe Aquarius Hobby cuida.


Esta primeira vai mostrar a limpeza realizada no lago do Sr. Luis Fernando, todo o processo antes, durante e depois.

Um lago de aproximadamente 1000 Lt. com Kinguios (Carassius auratus auratus ) e Carpa (Cyprinus carpio carpio).

Começo: Realizando a observação do lago.

Retirando os peixes para realizar a limpeza do lago.

Peixe alojados em piscina com DUAS bombas para oxigenação enquanto é realizado a limpeza do lago.
Lago após a limpeza.




Lago limpo já com desclorificante e bactérias nitrificantes para ajudar na aclimatação das carpas.


Video do lago.



Matéria postada por:
Thiago Cruz
Av. Dr. Armando Sales de Oliveira, 730 Taquaral - Campinas SP CEP. 13076-015 Fone: +55 19 32949055 ou +55 19 19 32940644
Nós confiamos em Deus.

Todos os direitos reservado.

p1

Manutenção Aquário Água Doce


No aquário tentamos recriar um ambiente perfeito no qual os animais aquáticos desfrutam na natureza, por isso é muito importante realizar intervenções no seu aquário, para que seu peixe viva em condições ideais ao invés de sobreviver. Se apenas completarmos a água que evapora do aquário, logo sua água estará muito saturada, ou seja, as fezes liberadas pelos peixes, resto de ração e resto de plantas em decomposição deixam a água de seu aquário carregada de substâncias que quando em excesso não consegue ser digerida pelas bactérias (nitrificantes e denitrificantes que ajudam transformando essas substâncias toxicas em nutrientes vegetais que servem de fertilizantes para plantas) aumentando assim os níveis de Amônia, Nitrito e Nitrato de seu aquário.

Que quando acumulados modem causar a morte de seu peixes, nem sempre a água de seu aquário precisa estar suja, embassada ou cheirando mal para que os peixes morram. Por isso é importante fazer testes de pH, Amônia e Nitrito no aquário.
Mas para que seu aquário mantenha sempre estabilizado recomendamos que faça os testes da água toda semana e realize Trocas Parciais de Água.
Com a TPA de forma e quantidade correta, boa filtragem (de preferencia com filtros tipo cannister, aonde se concegue acumular muito mais bactérias essenciais para o consumo dos detritos), alimentar os peixes com rações estudadas para maior eficiência, consegue-se manter a estabilidade do aquário. Dessa forma para se ter um aquário estável deve-se:

1- Testar semanalmente os níveis de pH, Amônia, Nitrito e Nitrato.


2- Realizar trocas parciais de água a cada 20 dias cerca de 25% da água de seu aquário (esse valor varia muito de aquário para aquário) mas para um aquário com os requisitos acima está suficiente. Lembramos que sempre que houver dúvidas, podem nos comunicar ou entrar em contato com o vendedor de sua confiança ou fóruns de aquarismo. Pode-se utilizar o sifão que auxilia muito na retirada dos detritos que ficam entre os cascalhos.
Sifão
A água nova que irá ser colocada no aquário pode-se utilizar água mineral (com o pH já corrigido) ou água da torneira com desclorificante (Aqua Safe, Dechlor ease). Após as trocas de água utilizar Cycle, Stress Zyme, Prodibio Bio Trace, Stop Ammo, Bio Digest para devolver as bactérias benificas retiradas na troca.



3- Sempre respeitar os limites de peixes máximos para o tamanho de seu aquário, um dos principais erros dos aquaristas é colocar muitos peixes assim super populando o aquário e matando seus pobres peixes. Pois os níveis de substâncias tóxicas sobe rapidamente.


Quando existe uma super população, especialmente de peixes canívoros como Oscar (Astronotus ocellatus) Pirarara (Phractocephalus hemioliopterus) Pirarucu (Arapaima gigas) Aruanã (Osteoglossum bicirrhosum) ou Kinguios (Carassius auratus auratus) e Carpas (Cyprinus carpio carpio) é um pouco mais complicado de manter essa estabilidade, pois estes animais comem muito e sujam muito o aquário, mas não é impossível. Para isso é necessário algumas técnicas:


a- alimentar os animais de forma correta, ou seja, não utilizar fígado de boi, coração entre outras víceras para alimentar seus peixes pois não é o que eles comem na natureza, isso é como se um homem comesse apenas Fast-Food todos os dias, o que iria acontecer?

Então devemos utilizar rações e outros suplementos desenvolvidos para peixes (também não utilizar ração de cachorro ou quaquer outro animal) de preferência marcas tradicionais no mercado que você encontra nas melhores lojas de aquarismo, exemplo: Tetra e Sera são as melhores importadas, já as nacionais temos Alcon, Carin, Poytara. Lembrando que as melhores rações nem sempre são as mais baratas, porém quando se compra uma ração de qualidade você economiza diminuindo as trocas de água, peixes ficam mais bonitos pois absorvem muito mais os nutrientes, assim diminuindo a aquantidade de ração utilizada, no fim das contas compensa gastar um pouco mais para se obter muito mais qualidade.
b- um sistema de filtragem muito maior do que o aquário realmente necessíta, produtos que são colocados dentro do filtro para melhorar a captação de detritos tóxicos e também não pode faltar as TPA's.
c- Produtos colocados na água para reduzir as trocas de água e diminuir os índices de Amônia e Nitrito. exemplo: Tetra Ease Balance, Sera Vitivec, Cycle, Stress Zyme, Prodibio Stop Ammo, Prodibio Bio Digest, Prodibio Bio Trace.


4- Trocar os elementos filtrantes que compoem o sistema de filtragem, tais como carvão ativado, lã acrílica, removedor de amônia, removedor de nitrito e removedor de silicato, que em cerca de 30 dias param de absorver e começam a devolver tudo o que eles retiraram da água. A validade desse produtos varia de acordo com sua qualidade mas na maioria dos casos 30 dias é ainda seguro. Alguns desses removedores é possivel reutilizar, sendo necessário um processo de purificação.
Lã acrílica e manta com carvão ativado

Carvão ativado
Importante: Nunca mexer no sistema de filtragem no mesmo dia que realizou TPA, pois as bactérias nitrificantes estão em menor quantidade e quando se troca os elementos de filtragem também gera uma queda na quantidade das bactérias. Se realizar essas atividades sem um prazo de pelo menos uma semana pode-se ocasionar um aumento das substâncias tóxicas pela queda nas bactérias.

Caso ocorra esse efeito deve-se utilizar Cycle, Stress Zyme, Prodibio Bio Trace, Stop Ammo, Bio Digest para tentar corrigir a falta de bacterias consumidoras de detritos.

Matéria postada por:

Thiago Cruz
Av. Dr. Armando Sales de Oliveira, 730 Taquaral - Campinas SP CEP. 13076-015 Fone: +55 19 32949055 ou +55 19 19 32940644

Nós confiamos em Deus.


Todos os direitos reservados













p1